<br>
A festa, no último domingo, era toda do Palmeiras. A equipe conquistava um título que há 12 anos não vinha, com uma goleada incontestável dentro do Palestra Itália. O estádio estava tomado por camisas verdes, mesmo com a torcida da Ponte Preta também presente. Tinha tudo para ser uma tarde inesquecível, mas alguns torcedores vão preferir esquecer este dia.

Passava dos 20 minutos do segundo tempo quando a Polícia Militar subiu até a arquibancada onde a Mancha Alviverde, tradicional torcida organizada do Palmeiras, estava concentrada. O objetivo dos policiais era recolher os sinalizadores e tambores, mas houve confronto. Segundo alguns torcedores, a Polícia foi exagerada e acabou usando de violência com pessoas que não tinham relação com a Mancha.

A estudante Janete Gonçalves, de 22 anos, estava com o amigo Daniel Cristi, 23, quando os policiais subiram na arquibancada. Na confusão, Janete foi agredida na perna. Sangrando, ela desceu até o Departamento Medico do estádio, onde foi atendida. Não conseguia andar, e passou o restante do jogo sentada na escada próxima ao DM. Segundo Daniel, os policiais não se preocuparam com os torcedores que não portavam sinalizadores e “foram dando porrada”.

O garoto Caíque Ribeiro, de 11 anos, também estava sentado esperando atendimento. Na cabeça, um corte que teimava em não parar de sangrar. Seu irmão, Fernando Ribeiro, de 21 anos, estava assustado. “Começou aquela confusão toda e eu puxei o Caíque para um lado, para a gente fugir do tumulto. Mas de repente virou uma correria e eu ainda tentei segurá-lo, mas ele caiu, bateu a cabeça no chão e foi pisoteado”, disse. O garoto, em choque, apenas dizia que o machucado estava doendo muito.

Segundo Gustavo Damásio, médico que estava atendendo os torcedores, cerca de 30 pessoas haviam passado pelo local até instantes antes do final da partida. Entre elas, havia pelo menos cinco crianças, entre 11 e 13 anos, e uma mulher grávida. Um funcionário da Federação Paulista de Futebol, que pediu para não ser identificado, levou uma pedrada da torcida no momento em que acompanhava um fotógrafo no campo.

<b>LEIA TAMBÉM:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=25026>Palmeiras: título e possível desmanche</a>

Sem mais artigos