<br/>
A polêmica envolvendo Bernardinho e Ricardinho voltou à tona nesta última quarta-feira, dia 26, quando o técnico da seleção brasileira de vôlei voltou a falar sobre o assunto.

Bernardinho disse que "não houve nenhum tipo de reaproximação" e que a volta do levantador dependeria somente de um gesto dele, mostrado que queria voltar ao grupo.

"Ele chegou a dizer que eu teria que me desculpar, mas essa não é posição de quem quer conversar. Não houve qualquer gesto que manifeste um desejo de reaproximação. Quando digo que as portas estão abertas, não é um jargão, como ele chegou a dizer. Mas o fato é que não houve uma demonstração de que existe vontade de voltar", explicou o treinador.

A seleção masculina de vôlei volta às quadras em novembro, para disputar a Copa do Mundo do Japão.

Sem mais artigos