A polícia polonesa não tem informações atualizadas sobre os ‘hooligans’ estrangeiros que estarão no país durante a disputa da Eurocopa, que será disputada neste ano, aponta com relatório elaborado pelo Governo da Polônia.

O documento também lamenta a falta de agilidade dos tribunais poloneses na expedição das ordens que proíbem a entrada dos torcedores violentos em eventos esportivos. Mesmo tendo sido presos ou detidos anteriormente, não há impedimento para que entrem nos estádios.

De acordo com a emissora de televisão “TV 24”, que divulgou o relatório, há grande medo de que a segurança da Eurocopa, que será disputada na Polônia e Ucrânia, esteja comprometida.

Apesar dos problemas, o Governo do país do Leste Europeu garante que não tolerará incidentes violentos durante a disputa. Apenas na Polônia, a estimativa é de que existam 5 mil ‘hooligans’.

Na decisão da última edição da Copa da Polônia, torcedores e vândalos protagonizaram cenas de guerra, em confronto com policiais. A preocupação do Governo polonês é tanta que agora nas escolas os jovens são orientados por oficiais de segurança, sobre condutas violentas em estádios de futebol.

Polícia polonesa não está preparada para 'hooligans' diz relatório

Sem mais artigos