<br>
O presidente da Ponte Preta, Sérgio Carnielli, se mostrou feliz com a escolha da Federação sobre os estádios a serem usados na final do Paulistão.

"É muito melhor para a Ponte jogar no Palestra do que no Morumbi, até pela semelhança dos campos. Vai ser nossa segunda casa", afirmou o dirigente em entrevista ao <i>globoesporte.com</i>.

Para o dirigente campineiro, a opção pelos estádios oficiais dos clubes é a mais justa."Nenhuma torcida foi prejudicada. Jogar em casa é o que vale, pois premia o clube e seus torcedores", completou.

Na primeira partida, 18 mil ingressos serão comercializados nos Moisés Lucarelli, sendo que desse montante, 2600 ficarão à disposição dos palmeirenses. torcedores. Deste montante, 2.600 serão destinados aos palmeirenses.

LEIA MAIS
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=24748>Presidente da FIFA repudia boicote aos Jogos Olímpicos

Sem mais artigos