O presidente do Palermo, Maurizio Zamparini, anunciou nesta quinta-feira sua intenção de vender o clube, porque, segundo ele, os valores do esporte estão desaparecendo.

Zamparini denunciou, através de um comunicado no site da equipe, que “reinam poderes econômicos e midiáticos de três ou quatro clubes que querem dividir o título do Campeonato Italiano usando quaisquer meios”.

O principal responsável do Palermo disse que já está procurando um assessor que se encarregue da venda do clube italiano.

Zamparini afirmou que sua decisão é definitiva, embora tenha expressado tristeza por ter de abandonar uma torcida como a do Palermo.

“Os novos proprietários da entidade terão de estar ao nível do clube. Eles terão de garantir a manutenção dos objetivos de um grande time”, acrescentou o presidente.

O Palermo ocupa a nona posição na tabela do Campeonato Italiano e é terceiro colocado no grupo F na Liga Europa.

Sem mais artigos