Se preparando para o seu último ano como atleta profissional após mais 20 anos defendendo as cores do São Paulo, o goleiro Rogério Ceni ainda não sabe o que irá fazer após o dia 31 de dezembro de 2013, mas uma de suas metas é realizar um estágio na Europa com os principais técnicos da atualidade. Em entrevista ao programa Bem, Amigos, do canal Sportv, o camisa um descartou entrar na política do clube a partir de 2015 e revelou que deseja aprender um pouco com Pep Gardiola, do Bayern de Munique, e José Mourinho, do Chelsea.

“Ser presidente é difícil. Ser treinador é mais fácil, porque depende só de mim. Eu ainda não sei o que vou fazer. Tenho nove meses para decidir. Quero me programar. É difícil tomar essa decisão de parar, por isso que eu tentei me decidir com tempo antes de parar. A vida muda muito, toma rumos surpreendentes, mas meu pensamento era de ficar um tempo fora do Brasil, passar uns quatro meses nos Estados Unidos para melhorar meu inglês e depois passar o verão no norte na Europa para aprender com quem eu admiro bastante. O Guardiola no Bayern de Munique, por exemplo, e o Mourinho no Chelsea. Era o que eu pretendia, mas vamos fazendo as curvas que a vida nos oferece”, disse Rogério.

Além da viagem para o velho continente, Rogério também considera viável a ideia de se mudar para Sinop, sua cidade natal, localizada no interior de Mato Grosso, para cuidar da fazenda da família e ficar ao lado do pai Eurides.

“Também posso ficar mais na fazenda. Quero ficar mais perto do meu pai. Sempre fiquei jogando, concentrado, e nunca tive muito tempo para ficar lá, com ele”, disse o goleiro, já nos bastidores do programa.

Segundo o cronograma do Campeonato Brasileiro, a última partida oficial de Rogério Ceni está agendada para o dia 7 de dezembro, diante do Sport, na Ilha do Retiro, em Recife, na última rodada do Brasileirão.

Sem mais artigos