<br>
O pedido feito pelo goleiro Rogério Ceni – para que os torcedores paulistas não gritem seu nome durante o jogo entre Brasil e Uruguai – agradou ao técnico Dunga. "Rogério demonstrou aquilo que ele é: um rapaz forte, de caráter, inteligente", disse o treinador.

Segundo Dunga, as palavras de Rogério mostram que, mesmo sem ser convocado, o são-paulino está apoiando o grupo. "Aqui é a seleção brasileira e é preciso apoiar. Quem me dera se os milhões de brasileiros que gostam de futebol fossem como o Rogério", continuou Dunga.

Apesar dos elogios, o comandante da seleção canarinho se esquivou ao ser perguntado do motivo pelo qual Ceni não está entre os convocados. "Ele é um grande jogador, como outros. Lógico que nunca vou agradar a todos", disse ele.

Nem o auxiliar-técnico Jorginho escapou das perguntas sobre o goleiro do São Paulo. "O Rogério Ceni é um jogador que é observado. Trabalhei com ele um ano e sei da sua capacidade, do seu profissionalismo", garantiu Jorginho.

<b>Saiba mais:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/gatorade_esporte/nota.php?ID=22152>Rogério não quer ouvir seu nome no Morumbi</a>

Sem mais artigos