<br>
Depois de um começo de ano tumultuado com repetitivas lesões e um mal futebol, Ronaldinho, do Barcelona, declarou que a má fase já passou e que quer voltar a ser o melhor do mundo. Afastado e colocado no banco de reservas por várias partidas, Gaúcho declarou que o técnico do Braça, Frank Rijkaard, ficou mais amigo ainda depois do que o meia-atacante passou.

"Ainda sou muito jovem (27 anos) e me imagino muitas vezes mais lá (na premiação da Fifa). Não acredito que tenha chegado o momento de dosar minhas forças e mudar meu estilo de jogo, pois não sei me conter em campo e tentar a jogada individual é o que mais me agrada no futebol", afirma Ronaldinho m entrevista cedida à Agência <i>EFE</i>

O jogador aproveitou e criticou a imprensa: "O público do Camp Nou é inteligente. Sabe que eu quero tentar as coisas, que quero melhorar, que tenho vontade de fazer meu papel. O que tenho que fazer é agradecer aos torcedores, pois, por mais que a imprensa fale várias coisas sobre mim, as pessoas não se deixam levar por isto."

Já sobre sua relação com o técnico do Barcelona, Gaúcho diz que Rikjaard é seu amigo: "Tenho uma relação de amizade muito grande com Rijkaard e isto ajuda muito na hora de trabalhar. Sempre fomos amigos e agora somos mais amigos ainda, pois nos momentos de dificuldade nos damos conta de quais são os verdadeiros amigos. Hoje em dia nossa relação é ainda melhor do que era antes."

LEIA MAIS
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=23653>Ronaldinho Gaúcho afirma que não é super-herói

Sem mais artigos