O Real Madrid pode bater todos os recordes de movimentação financeira. A constelação de craques do clube espanhol deverá fazer um amistoso em Bahrein, no Oriente Médio, com um cachê de 10 milhões de euros, quantia impensável para uma equipe em passado bem recente. Basta que os merengues escalem todas as suas estrelas: os brasileiros Ronaldinho e Roberto Carlos, o francês Zidane, o português Figo, o inglês Beckham e o espanhol Raúl.

Sem mais artigos