O suíço Roger Federer anunciou que ao longo do ano de 2014 treinará por dez semanas com o ex-tenista sueco Stefan Edberg, que integrará sua equipe técnica a partir do Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada e disputado em janeiro.

Dessa forma, Federer segue os passos de outros jogadores de primeiro nível como o britânico Andy Murray, que trabalha com o tcheco Ivan Lendl, e o sérvio Novak Djokovic, que recebe assessoria do alemão Boris Becker, dois grandes ex-atletas, como Edberg.

“Stefan se unirá a Severin Lüthi em minha equipe técnica. Ele aceitou colaborar conosco por pelo menos dez semanas, a partir do Aberto da Austrália. Era meu herói da infância e espero progredir com ele”, afirmou Federer em sua página no Facebook.

Campeão de seis torneios de Grand Slam entre 1985 e 1992, Edberg dividirá essas dez semanas ao longo da temporada 2014. “Estou animado para fazer parte da equipe de Roger. Espero que juntos possamos produzir seu melhor tênis”, declarou o sueco à página da ATP.

Sem mais artigos