Depois de 24 anos, a Argentina volta para a uma final de Copa do Mundo. E não foi da forma mais tranquila. Os Hermanos precisaram jogar 120 minutos contra a Holanda, na Arena Corinthians, mas a partida terminou sem gols. Com isso, a partida foi para os pênaltis e o goleiro Romero se destacou, defendendo duas penalidades e dando a vaga para a Argentina.

Os primeiros 90 minutos da partida foram nervosos, com muitas faltas e poucas finalizações. Aos 45 minutos do segundo tempo, Robben teve a chance de marcar, mas Mascherano deu um carrinho e evitou a finalização.

Na prorrogação, mais nervosismo. A Seleção Argentina ainda teve duas boas oportunidades, com o goleiro holandês Cillessen salvando sua equipe e levando a partida para os pênaltis, assim como contra a Costa Rica. Para a Argentina, seria a primeira disputa.

Nos pênaltis, o goleiro Romero defendeu as penalidades de Vlaar e Sneijder, enquanto todos os argentinos (Messi, Garay, Aguero e Maxi Rodríguez) converteram os pênaltis, dando a vaga para a Agentina.

A Argentina volta a campo no próximo domingo (13), contra a Alemanha, às 16h, no Maracanã, na final da Copa do Mundo. Já a Holanda, enfrenta o Brasil no próximo sábado (12), em Brasília, pela disputa do terceiro lugar.

Sem mais artigos