<br>Após a lesão no jogo contra o Livorno, Ronaldo disse ao dirigente do Milan e ex- Seleção Brasileira, Leonardo, que sabia que era “a mesma coisa da outra vez”, referindo-se ao ano de 2000, quando rompeu os ligamentos do joelho direito.

Dessa vez, o joelho machucado foi o esquerdo e, mesmo com todas as adversidades e dúvidas se o matador voltará a jogar, ele já conseguiu um feito inédito: uniu Internazionale e Milan em prol de sua recuperação.

O presidente do Milan disse que falou com o Fenômeno por telefone e disse a ele que tem um grande potencial e é jovem. “Eu conversei com ele por telefone à noite. Eu disse para acreditar em si mesmo, que ele tem um grande potencial físico. Aos 31 anos, ainda é jovem. Acho que voltará a ser o craque que conhecemos depois de alguns meses de recuperação. Este é o desejo de todos os esportistas”, disse Silvio Berlusconi.

O presidente do Milan, Massimo Moratti, não ficou atrás e também demonstrou seu apoio. “Espero que ele não tenha pressa. É claro que nestes momentos todos falam que sua carreira corre riscos, como se dizia também da outra vez. Mas ele tem uma força de ânimo notável e um físico forte. Os médicos o conhecem e ele já sabe como é o caminho até a recuperação. Isto deve facilitar as coisas”, disse.

Ronaldo viajou para Paris em um avião-ambulância, junto com sua namorada, Leonardo, o médico do Milan, e já chegou. Lá ele vai fazer exames, e deve ser submetido ainda hoje à cirurgia, com o médico de sua confiança Gérard Saillant.

Sem mais artigos