O piloto alemão Nico Rosberg, da Mercedes, fez neste sábado (25) a pole position para o Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1 em um treino
oficial marcado também pela ausência de Felipe Massa, cujo carro a equipe
Ferrari não conseguiu recuperar após um acidente na sessão livre e vai largar
em último na corrida de amanhã.

Rosberg fez a volta mais rápida do traçado de 3.340 metros
nas ruas de Monte Carlo em 1min13s876, superando seu companheiro de equipe, o
inglês Lewis Hamilton, que garantiu a dobradinha da Mercedes. O alemão
Sebastian Vettel, da Red Bull, vai largar amanhã em terceiro.

Esta será a terceira corrida consecutiva em que o filho do campeão
mundial em 1982, Keke Rosberg, larga na primeira colocação. Ser o mais rápido
no treino classificatório, no entanto, não vem sendo garantia de bom resultado
na prova para o alemão. No GP do Bahrein, o piloto da Mercedes foi apenas o
nono, e no GP da Espanha, o sexto.

Logo atrás da dupla da escuderia alemã estão os dois pilotos
da Red Bull, que até chegaram a ameaçar a dobradinha de Rosberg e Hamilton.
Vettel, líder do Mundial, ficou apenas a um décimo da pole position, sendo
seguido de perto pelo seu companheiro, o australiano Mark Webber, um dos
pilotos em atividade que já venceu duas vezes em Mônaco.

O outro que cruzou a linha de chegada da corrida na primeira
posição em duas oportunidades foi o espanhol Fernando Alonso. O piloto da
Ferrari, no treino de hoje, cravou o sexto tempo apenas, ficando bem distante
dos quatro primeiros, assim como o finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus, que
largará em quinto.

Felipe Massa, por sua vez, se acidentou no terceiro treino
livre, o que obrigou a Ferrari a trocar sua caixa de câmbio. Assim, antes mesmo
do treino de classificação, o brasileiro já sabia que perderia cinco posições
no grid.

A partir do momento do acidente, a escuderia italiana
iniciou uma corrida contra o tempo para colocar o carro de Massa em condições de
participar da sessão, mas não obteve sucesso. Assim, o brasileiro, quinto
colocado no Mundial, largará na 22ª e última posição, podendo assim começar a
prova com tanque cheio, o que influiria em sua estratégia de paradas nos boxes.

Confira o grid de largada para o GP da Mônaco de Fórmula 1:

1. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1min13s876

2. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)
– 1min13s967

3. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – 1min13s980

4. Mark Webber (AUS/Red Bull) – 1min14s181

5. Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) – 1min14s822

6. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1min14s824

7. Sergio Pérez (MEX/McLaren) – 1min15s138

8. Adrian Sutil (ALE/Force
India) – 1min15s383

9. Jenson Button (GBR/McLaren) – 1min15s647

10. Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso) – 1min15s703

11. Nico Hülkenberg (ALE/Sauber) – 1min18s331

12. Daniel Ricciardo (AUS/Toro
Rosso) – 1min18s344

13. Romain Grosjean (FRA/Lotus) – 1min18s603

14. Valteri Bottas (FIN/Williams) – 1min19s077

15. Giedo van der Garde (HOL/Caterham) – 1min19s408

16. Pastor Maldonado (VEN/Williams) – 1min21s688

17. Paul di Resta (GBR/Force India) – 1min26s322

18. Charles Pic (FRA/Caterham) – 1min26s633

19. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) – 1min26s917

20. Max Chilton (GBR/Marussia) – 1min27s303

21. Jules Bianchi (FRA/Marussia) – sem tempo

22. FELIPE MASSA (BRA/Ferrari) – sem tempo

Sem mais artigos