<br>
Os russos Marat Safin, ex-número 1 do mundo, e Nikolay Davydenko, atual quarto colocado no ranking da ATP, são os principais alvos da organização do Brasil Open para a edição 2008 do torneio realizado na Costa do Sauípe, na Bahia. O espanhol David Ferrer, outro top 10, também está na mira dos promotores.

Os nomes foram confirmados nesta quarta-feira, pelo diretor do torneio, Fernando Von Oertzen. Ele disse ainda que os argentinos Guillermo Cañas (14º), Juan Ignacio Chela (16º) e Juan Mónaco (20º), e o espanhol Juan Carlos Ferrero (23º) já têm presença garantida no Brasil Open 2008. O também espanhol Carlos Moyá (15º), que veio à Costa do Sauípe duas vezes, deve confirmar em breve seu retorno.

Mas Davydenko pode não ser tão fácil de atrair, principalmente se optar por defender seu país na Copa Davis. A Rússia joga em casa contra a Sérvia, de 8 a 10 de fevereiro, e o Brasil Open tem seu início marcado para o dia 12.

O caso de Safin, porém, é um pouco diferente. Sua a vinda ao Brasil no ano passado bateu na trave. O ex-número 1 do mundo só não veio porque recebeu uma alta proposta financeira para disputar os ATPs de Memphis e Las Vegas, nos Estados Unidos.

Sem mais artigos