Em mais uma boa partida no estádio Heriberto Hülse, o atual
campeão catarinense
Criciúma chegou a abrir 3 a 0 sobre o Santos, que só
descontou no final, e não levou perigo da jovem equipe paulista.

O Peixe até começou melhor. Em lançamento da intermediária,
Felipe Anderson teve a chance de inaugurar o placar, mas a bola foi para fora
depois de passar por debaixo das pernas do goleiro Bruno.

A partir daí, o atacante Lins chamou a responsabilidade.
Depois de arrancada, cruzou para Marcel (aquele, que passou por Santos e São
Paulo
), que rolou para João Vitor (ex-Palmeiras) fazer 1 a 0. Matheus Ferraz
ainda aumentou o placar, mas o árbitro, erradamente, apitou impedimento.

No segundo tempo, os santistas bem quem tentaram no início.
Mas, a exemplo da primeira etapa, perdeu boa chance de marcar, com Leandrinho,
após passe de Willian José. O meia bateu mal na bola e viu o castigo
ser cruel.

Na jogada seguinte, pênalti para o Criciúma. Léo derruba o incansável Lins na área e o juiz apita. Giancarlo bateu forte, Rafael até pulou nela, mas
os 2 a 0 já apareciam no placar.

Então, veio a justiça para Matheus Ferraz. Agora, sem
anulação, o zagueiro colocou para dentro após cobrança de falta em cabeçada
firme. Os 3 a 0 levaram a torcida ao delírio.

Os catarinenses diminuíram o ritmo e veio o gol de honra
para o Santos. Jogada pela esquerda, Gabriel, que não quer mais ser chamado de
Gabigol, toca para dentro da área e o novo camisa 11, Neílton, empurra para
dentro.

O Santos, na próxima quarta-feira (12), tentará sua primeira
vitória no campeonato antes da pausa para a Copa das Confederações, na Vila Belmiro,
contra o poderoso Atlético-MG. O Criciúma permanece em sua casa para receber o Flamengo,
mas antes, já nesse próximo sábado (08).

Santos é dominado pelo Criciúma e segue sem vencer no campeonato

Sem mais artigos