O São Paulo foi até Medellín e diante do Atlético Nacional nesta quarta-feira (06) conseguiu um empate de 0 a 0 e, como havia vencido o jogo de ida no Morumbi há sete dias por 3 a 2, classificou-se para as semifinais da Copa Sul-Americana.

Como precisava da vitória, o time colombiano foi quem mais tomou atitudes ofensivas, com muitas bolas aéreas, que assustaram a torcida são-paulina. Em algumas oportunidades o goleiro Rogério Ceni teve que se arriscar para fazer defesas difíceis, apesar de a sua zaga mostrar segurança na maioria dos lances.

Acuado e sem Paulo Henrique Ganso (suspenso), o Tricolor não conseguiu atacar de forma perigosa. Tirando a já conhecida vontade descomunal do atacante Aloísio, a má fase de seu parceiro Luis Fabiano prejudicou as ações do atual campeão do torneio sul-americano, que não viu em Jadson um camisa 10 criativo que pudesse criar melhores chances.

Agora, o São Paulo espera os duelos desta quinta-feira (07) para decidir seu adversário. Ponte Preta e Vélez Sarsfield (ARG) jogam na Argentina após empate de 0 a 0 em Campinas e, caso a Macaca passe, será adversária dos paulistas já que o regulamento exige que times do mesmo país não se enfrentem  na final. Em caso de vitória argentina, o Tricolor espera o classificado entre Libertad (PAR) e Itagüi (COL), sendo que os paraguaios venceram o jogo de ida em casa por 2 a 0.

Sem mais artigos