Em clima de eleições municipais, o torcedor palmeirense teve motivos para anular o voto de confiança dado ao time por conta das duas últimas vitórias no Brasileirão. Na tarde deste sábado (6), no Morumbi, o São Paulo derrotou o Palmeiras por 3 a 0 e deixou o rival ainda mais longe da primeira divisão no ano que vem.

O criticado goleiro Bruno precisou trabalhar no jogo do Morumbi. Após algumas boas defesas, o arqueiro não conseguir segurar a bola de Lucas e Luis Fabiano aproveitou para abrir o placar. Quase no fim do primeiro tempo, Denilson pegou a sobra do escanteio e, de muito longe, fez um golaço.

O cartão vermelho do lateral Artur com apenas oito minutos do segundo tempo diminuiu as chances de uma recuperação palmeirense, que foi totalmente descartada depois do terceiro gol, marcado novamente por Luis Fabiano.

O Estádio dos Aflitos tremeu com o gol contra de Ralf aos 39 do segundo tempo, que decretou a vitória do Náutico sobre o Corinthians por 2 a 1. No primeiro tempo, Kieza abriu o placar para o time da casa e Guerrero igualou o marcador.

Na Vila Belmiro, quase 10 mil torcedores acompanharam o empate em 1 a 1 entre Santos e Internacional. Sem Neymar, o meia Bernardo foi o responsável por abrir o marcador logo aos 15 minutos. No segundo tempo, Dátolo cruzou e Cassiano, que havia entrado no intervalo, empatou o jogo.

No Serra Dourada, Juninho Pernambucano foi decisivo mais um vez para o Vasco, com um gol perto do fim do jogo. O time carioca não soube aproveitar a superioridade númerica desde os 21 minutos do primeiro tempo, quando o zagueiro Gustavo foi expulso por reclamação, mas o “Reizinho da Colina” manteve o Vasco em quarto lugar no Campeonato Brasileiro.

Veja os resultados dos jogos das 16h! 

Sem mais artigos