O São Paulo fez a contratação do ano, trazendo Adriano por empréstimo até o dia 30 de junho de 2008. Os gastos do tricolor serão apenas com o salário do jogador. Os 14 milhões de reais que Adriano ganha anualmente estão fora do padrão nacional, mas já voltar a jogar e a sorrir, como o atleta gosta de dizer, não tem preço.

O superintendente de futebol do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, é todo elogios ao atacante. “Ter o Adriano é um orgulho para nós. O São Paulo quer colaborar com o futebol mundial. Queremos que ele reconquiste sua posição e volte para a seleção brasileira”, diz em entrevista à Rádio Globo.
Para a Internazionale o negócio também é vantajoso, já que terá o jogador de volta, recuperado física e psicologicamente. Marco Aurélio completa dizendo: “Ele é um menino de ouro. Cobramos fortemente dele, que transpira muito no ct. Ele viu que alguém está pensando nele, e por isso que ele vai pensar em nós também”.

Sem mais artigos