Com o final do Campeonato Brasileiro, a temporada de amistosos comemorativos também deu espaço à reedição do tradicional confronto entre Seleção Paulista e Seleção Carioca. Em ritmo de festa, o estádio Anacleto Campanella, em São Caetano, recebeu a partida na noite desta quinta-feira.

Apesar da vitória dos paulistas por 3 a 1, o destaque ficou para o espírito de inovação do confronto, marcado por novidades tecnológicas.

Fora de campo, os capitães, técnicos e árbitros tiveram a opção de realizar conferências de lances polêmicos em vídeo. Na primeira etapa, por exemplo, Elano e Carlos Alberto, respectivamente com as tarjas de capitão de paulistas e cariocas, concordaram que o gol de empate do time do Rio de Janeiro, marcado pelo zagueiro vascaíno Dedé, foi legal. Outra atração foi o uso do cartão azul, que “expulsa” o jogador de campo por apenas 10 minutos.

Com a bola rolando, a lealdade falou alto e o jogo teve poucas divididas duras. O equilíbrio pautou a primeira etapa, encerrada em 1 a 1. O placar foi inaugurado pelo santista Elano. No segundo tempo, o fator casa pesou a favor de São Paulo, que conquistou o triunfo por 3 a 1 em dois lances de bola parada. O meia Baiano, que disputou o Brasileirão pelo rebaixado Guarani, fez 2 a 1. Em cobrança de pênalti, Neymar fechou a contagem.

Seleção Paulista vence amistoso contra cariocas

Sem mais artigos