<br>
Acaba de sair mais uma saborosa pizza em Brasília, e dessa vez relacionada ao futebol. Devido a ausência de apenas três assinaturas de deputados, o Congresso Nacional impediu que fosse criada, nesta quinta-feira, uma CPI para investigar denúncias de evasão de divisas, lavagem de dinheiro e sonegação fiscal no futebol nacional. Das 171 assinaturas necessárias na Camara, apenas 168 forma conquistadas.

"A CPI não foi criada em virtude de alguns parlamentares terem se submetido a indevidas pressões de cartolas e de dirigentes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF)”, protestou o senador Alvaro Dias (PSDB-PR), responsável pela coleta de assinaturas no Senado. Ele ainda afirmou que o Congresso Nacional "se amesquinhou ao fechar os olhos para a corrupção".

A criação dessa CPI ganhou força após vir à tona as gravações da Operação Perestroika da Policia Federal que revelou indícios de lavagem de dinheiro entre a parceria MSI/Corinthians.

Sem mais artigos