Considerada o point dos turistas em São Paulo durante a Copa do Mundo, o bairro da Vila Madalena manteve o fluxo de visitantes na noite da última sexta-feira (27), mesmo sem a realização de jogos do Mundial de 2014. Pessoas bebendo na rua, ambulantes comercializando seus produtos a céu aberto e movimentação intensa era vista nas principais travessas no boêmio local, que parecia estar recebendo um grande evento e não um tradicional início de final de semana.

Estrangeiros de países como Itália, Inglaterra, Espanha e Portugal, que já foram eliminados da Copa doMundo, seguem em São Paulo.A grande movimentação de pessoas fez com que a seguraça no local tivesse uma atenção especial das autoridades. Sete viaturas da Polícia Militar e um ônibus especial de apoio foram deslocados até a Rua Aspicuelta, ponto de concentração dos visitantes do bairro.

“O efetivo reservado para hoje, mesmo sem o jogo, foi o maior possível. Estamos preocupadoscom a segurança, por isso mesmo colocamos mais homens da rua”, disse o Cadete Barbosa, da Polícia Militar de São Paulo.

Acostumados com a movimentação dos turistas, que ocupam o bairro paulista desde os primeiros dias de Copa do Mundo no Brasil, os ambulantes de rua faturam alto e já se adaptaram ao ‘estilo europeu’ de venda. “Temos que nos atualizar, não é mesmo? Desde semana passada estamos usando a máquina que aceita cartão de débito e crédito. Não importa o valor gasto, o importante é gastar”, disse Carlos Andrade, vendedor de 47 anos.

De acordo com a operação da Polícia Militar no local, aproximadamente seis mil pessoas circularam pela Vila Madalena na última sexta-feira (27), número este que é apenas um terço do esperado para as partidas da Seleção Brasileira e também da Argentina, que na terça (01) encara a Suíça, na Arena Corinthians.

“Para esse jogo a situação será diferente. Estamos pensando até em vetar o excesso de pessoas aqui na Vila Madalena. Os argentinos já causaram problemas no Rio Grande do Sul e não queremos que isso se repita aqui”, completou Andrade.

Segundo a Prefeitura de São Paulo, são esperados cerca de 120 mil argentinos na próxima semana para o jogo das oitavas de final da Copa do Mundo de 2014.

 

Sem mais artigos