Em seu décimo ano, o Festivalma vai trazer ao Parque do Ibirapuera, em São Paulo, toda a cultura do surfe, abrangendo arte, cinema e música. Com estreia no dia 25 de janeiro, aniversário da cidade, o evento no Pavilhão das Culturas Brasileiras terá uma mostra permanente de fotos e quadros, além de shows gratuiros e curta-metragens.

Pela primeira vez nesses dez anos, as exposições de fotos e quadros, os curtas-metragens e os shows serão gratuitos. Ainda dentro do conceito de proporcionar acesso a todos, o festival de curtas será aberto e interativo. Contemplando a produção audiovisual artística independente que converse com o universo surf e praia, o público poderá participar enviando curtas de até 30 minutos para os organizadores do Curtalma. Os três melhores vídeos serão avaliados pelo curador Guilherme Felberg, uma comissão julgadora composta por grandes formadores de opinião do segmento e o voto da população. Está prevista uma premiação de R$ 5 mil, R$ 3 mil e R$ 2 mil para os três eleitos, sendo que as respectivas produções serão exibidas na mostra de cinema do evento.

Romeu Andreatta, publisher da revista Almasurf e organizador do evento, foi precursor da percepção de que o surfe é dono de um grande mercado, com 35 milhões de consumidores no país em 2013, e começou a apostar neste segmento já em 1983. Na época, fundou a revista Fluir e, na sequência, todas as entidades e eventos importantes nos esportes, moda, cultura e entretenimento.

“O Festivalma nasceu para expressar a importância do esporte como estilo de vida. Nesses dez anos do evento, vamos comemorar um mercado do porte de 30 mihões de consumidores. Estamos muito contentes em poder retribuir a esse público com entretenimento, cultura, arte e cinema acessível a todos. O mural que deixaremos para São Paulo é mais uma forma de agradecimento e contribuição para essa capital, que tanto cultua a praia e os elementos que a envolvem. O paulistano respira praia, está próximo dela e a respeita e deseja intensamente”, disse Andreatta.

O mural ao qual Andreatta se refere será oficialmente apresentado na cerimônia de abertura do festival e ficará permanentemente no local. A obra, criada pelo artista plástico brasileiro Hilton Alves (veja na galeria acima), retrata uma enorme onda quebrando. No Ibirapuera, Alves promete despertar a emoção e a beleza de estar em uma verdadeira praia.

No dia 30 de janeiro (quinta-feira, a partir das 19h), acontecerá o Festivalma Billabong de Música com som surf e praiano. O cantor e compositor baiano Pablo Domingues abre a Mostra, seguido do músico e surfista brasileiro Teco Padaratz e do norte-americano Cory Bonanno. Na sequência, Paula Fuga (foto abaixo), havaiana cantora e compositora de várias músicas do repertório de Jack Johnson, se apresenta com toda a vibe do som acústico à base do ukulele. G. Love fecha o evento com a sua mescla de blues, hip hop e rock com surf.

 

Serviço:

Festivalma 2014
Data: de 25 de janeiro a 02 de março
Horários: de terça a domingo, das 9h às 18h
Local: parte interna do Pavilhão das Culturas Brasileiras no Parque Ibirapuera, em São Paulo. Acesso via portões 3 e 10 na Av. Pedro Álvares Cabral, em Moema

Curtalma – Festival Internacional de Curtas-metragens
Data: 30 de janeiro, das 18h às 22h
Local: Bosque da Figueira, próximo ao Pavilhão das Culturas Brasileiras. Acesso via portões 3 e 10 na Av. Pedro Álvares Cabral, em Moema

Festivalma Billabong de Música
Data: 30 de janeiro, a partir das 19h
Local: Bosque da Figueira (em frente ao Pavilhão das Culturas Brasileiras), no Parque Ibirapuera, em São Paulo, será montada a estrutura para os shows. Acesso via portões 3 e 10 na Av. Pedro Álvares Cabral, em Moema

Surf music, arte e cinema transformarão o Parque do Ibirapuera em praia nesta semana

Sem mais artigos