A fundação aconteceu em 1943. O primeiro título veio vinte e três anos depois. Durante sua trajetória, várias conquistas. O clube coleciona nada menos que vinte troféus do Campeonato Goiano de Futebol. Em 1973, a realização de um sonho: inclusão no Campeonato Nacional, e em 1998 passou a fazer parte do Clube dos Treze. No ano seguinte, sagrou-se campeão da série B do Brasileirão. Um breve resumo da caminhada do Goiás Esporte Clube, um time surpreendente. No atual Campeonato Brasileiro, o clube comandado pelo excelente técnico Cuca vem se destacando como poucos. Já amargou as últimas colocações na tabela e hoje está na zona intermediária. Chances reais de terminar entre os primeiros são remotas, é verdade. No entanto, a bela campanha do clube já é motivo de muito orgulho aos seus torcedores. Até agora foram trinta jogos – dez vitórias, dez empates e dez derrotas. Sem contar que a maior goleada do atual campeonato foi aplicada por ele, no primeiro turno – 7 a 0 sobre o Juventude. Outro destaque é exatamente a torcida. Quando o jogo é o Serra Dourada, por exemplo, o público ultrapassa as 20 mil pessoas. Média que, na atual situação do futebol brasileiro, dá inveja até a grandes clássicos. Além disso, é do Goiás o artilheiro da competição. Mesmo afastado por contusão, Dimba ainda tem um gol a mais que o atacante do tricolor paulista, Luis Fabiano. E na última partida, a subida de mais um degrau. Vencer o Internacional por 3 a 1 não foi zebra e muito menos sorte. Que se cuidem os grandes, porque esse pequeno notável está crescendo e ainda deve dar muito trabalho.

<a href="mailto:mulheresemcampo@corp.virgula.com.br"><font face="Verdana" color=#FFFFFF>Mande um e-mail dizendo o que você achou da Coluna</font></a>

Sem mais artigos