<br>
Depois das denúncias de corrupção no futebol, agora é a vez do tênis. Depois de Nikolay Davydenko ser multado pela ATP por falta de esforço em uma partida e Flávio Saretta ser acusado de entregar o jogo para Gustavo Kuerten no Brasil Open, a polêmica continua.

Agora é a vez de Saretta afirmar já ter recusado um aliciamento. O número um do mundo revelou para a revista <i>Istoé</i> que recebeu uma proposta no torneio de Roland Garros 2006.

Saretta diz que recusou a oferta e venceu por 3 sets a 2.

Sem mais artigos