De olho no sorteio dos grupos para a Copa do Mundo de 2014, que acontece nesta sexta-feira (06), na Costa do Sauípe, o técnico da seleção inglesa, Roy Hodgson, já apontou uma cidade sede a ser evitada no Mundial do ano que vem: Manaus.  Segundo entrevista publicada no jornal The Guardian, o treinador teme o clime no Amazonas e deseja jogar e se hospedar em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

“As sedes me preocupam mais que os adversários”, admitiu o treindor do English Team. “Penso que as condições climáticas serão um problema para todos os times, mas principalmente para os europeus”, acrescentou Hodgson, que teme disputar partidas na capital do Amazonas. “O clima tropical de lá é um problema para todos, incluindo argentinos, chilenos e colombianos. Não sou um expert na região, mas, tendo em vista o que as pessoas me disseram, Manaus é a sede a ser evitada. Porto Alegre seria o lugar ideal. As chances aumentam se você conseguir condições climáticas mais agradáveis”, completou.

De acordo com Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a cidade de Manaus, única sede localizada no norte do Brasil, atingiu temperaturas máximas de 34ºC e mínimas de 23ºC durante o mês de junho de 2013.

Para o sonho de Hodgson virar realidade, a seleção inglesa terá que torcer para cair nos grupos B, C, F ou H, evitando assim a passagem pelo Amazonas. Estádio de Manaus para a Copa de 2014, a Arena da Amazônia receberá quatro partidas do Mundial do ano que vem, sendo todas da primeira fase.

Técnico da seleção inglesa torce para não jogar em Manaus e sonha com Porto Alegre

Sem mais artigos