O ministro dos Esportes da Rússia, Vitali Mutko, anunciou nesta quarta-feira (19) que tentará renovar o contrato do técnico da seleção do país, o italiano Fabio Capello, como resposta ao suposto interesse do Paris Saint-Germain.

“Quero que o Capello fique até 2018. Falarei disso com o presidente da União de Futebol da Rússia. Devemos organizar o trabalho de modo que Capello dirija todo o sistema de futebol nacional”, afirmou.

A imprensa francesa e a italiana vêm publicando nos últimos dias que o técnico era o favorito para substituir Carlo Ancelotti no PSG. Uma das versões, inclusive, dizia que a federação russa liberaria o técnico por um ano e, em seguida, ele seria substituído no clube por Arsène Wenger.

“Posso garantir que Capello está interessado em uma longa cooperação com o time nacional e não tem intenção de abandonar o cargo de técnico. Nós também estamos interessados nisso. Capello não vai a lugar nenhum”, garantiu Mutko.

Sem mais artigos