O décimo primeiro dia de competições nos Jogos Pan-Americanos foi marcado por uma conquista histórica para o esporte brasileiro. Com o ouro na ginástica artística masculina por equipes, o país atingiu a marca de mil medalhas na história dos Pan-Americanos. 

Antes dos meninos da ginastica, o Brasil já havia conquistado outro ouro com Rosângela Santos, nos 100 m rasos para mulheres. Com apenas 19 anos, ela fez uma prova de recuperação e fez o melhor tempo de sua carreira.

Na esgrima, Guilherme Toldo surpreendeu e chegou até as semifinais, mas sucumbiu para o norte-americano Alexander Malassias por 15 a 7 e ficou com o bronze.

O futebol feminino proporcionou um dos momentos mais bonitos dos jogos até aqui. Em jogo dramático válido pela semifinal contra o México, a lateral Maurine fez o único gol da vitória brasileira. O detalhe é que a lateral perdera seu pai no último domingo e, mesmo assim, decidiu ficar no Pan e disputar a semi.

Terça-feira marcada pela milésima medalha brasileira em Pans

Sem mais artigos
Sair da versão mobile