O clima para os Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi, na Rússia, só piora conforme a competição se aproxima. Um vídeo publicado no último domingo (19) no site de um grupo militante islâmico do Cáucaso do Norte da Rússia mostra dois terroristas fazendo graves ameaças aos Jogos.

De acordo com a agência de notícias Associated Press, os dois homens integram o grupo que se chamaria “Vilayat Daguestão” e teria assumido a responsabilidade pelo duplo atentado suicida no sul da cidade de Volgogrado no mês passado, que matou 34 pessoas. Na gravação, os rapazes falam em “um presente” aos russos e também aos turistas que estiverem no país durante o evento.

“Nós preparamos um presente para você e todos os turistas que virão ao país. Se você vai realizar os Jogos Olímpicos, você terá um presente nosso por conta do sangue muçulmano que foi derramado”, diz um dos trechos do vídeo.

Devido às ameaças, o presidente russo Vladimir Putin ordenou medidas de segurança reforçadas para os Jogos Olímpicos de Inverno. As Olimpíadas de Sochi serão disputadas entre 6 e 23 de fevereiro e a cerimônia de abertura está marcada para o dia 7.

Cáucaso, de onde teria partido o vídeo ameaçador, é o centro de uma rebelião que se instalou após dois conflitos sucessivos na pequena república da Chechênia. O Daguestão, vizinho à Chechênia, é alvo constante de ataques ou confrontos entre grupos rebeldes e forças de segurança especiais fortemente armadas.

Veja abaixo o vídeo de terroristas ameaçando os Jogos Olímpicos de Inverno, em Sochi, na Rússia:

Sem mais artigos