<br>
Em mais um trecho das conversas telefônicas gravadas pela Polícia Federal, o ex-presidente do Corinthians, Alberto Dualib, insinua que o título brasileiro conquistado pelo clube em 2005 foi "roubado".

Na conversa – divulgada pela <i>TV Record</i>, admite que os 11 jogos anulados ajudaram o Timão a ser campeão. O ex-dirigente também fala sobre o polêmico jogo com o Inter, em que um pênalti legítimo não foi marcado para os gaúchos.

" Nos últimos cinco jogos nós tínhamos 14 pontos na frente (do Inter) e chegamos, entendeu, um ponto só…roubado", diz Dualib, em diálogo com Renato Duprat, representante da MSI.

A repetição dos 11 jogos – por causa da manipulação de resultados feita pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho – deu ao time paulista a oportunidade de recuperar 4 pontos e ultrapassar o Internacional.

"Olha se não tivesse aquela m… daquela anulação de 11 jogos nós estávamos fora…porque campeão de fato e de direito seria o Internacional", completa Dualib, ainda em conversa com Duprat.

<b>Veja também:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=21200>Corinthians perde para o Palmeiras e afunda na crise!</a>

Sem mais artigos