<br>Até a última e decisiva rodada do Campeonato Paulista chegar, a torcida do Corinthians vai ter que sofrer, como já é de costume. Não bastasse sofrer durante as partidas, a torcida do alvinegro agora tem outros motivos para se preocupar, pois o Timão não depende só de uma vitória contra o Noroeste, ele tem de torcer pelo rival Santos, contra a Ponte Preta.

A preocupação se explica pelo fato de o Santos já estar eliminado e não mais pretensões na competição, o que na cabeça de alguns corintianos, significa o Peixe fazer corpo mole para ver o rival de fora das semifinais. Outros torcedores apostam no profissionalismo dos jogadores da equipe santista e do técnico Émerson Leão, que no ano passado já passou por situação semelhante. No Brasileirão do ano passado, Leão era técnico do Atlético-MG e, ao vencer o Palmeiras, classificou automaticamente o rival Cruzeiro para a Libertadores.

Para piorar a dor de cabeça dos corintianos, que vão ter de superar o Noroeste para então depender do tropeço da Ponte, o técnico Leão ainda não sabe se entra com um time misto no fim de semana. O comandante santista tem a intenção de preservar alguns jogadores para a partida do dia 9, pela Copa Libertadores, contra o San José. Essa possível decisão de Leão já soa, para alguns torcedores do Corinthians, como descaso com o Campeonato.

A chamada ‘ mala branca’ já surgiu como assunto nos bastidores do Corinthians. O presidente Andrés Sanchez disse que não pode esquecer das dívidas do clube, mas que até sexta-feira, pode aparecer algum dinheiro para este fim de incentivo ao elenco santista.
Com ou sem incentivo, os números do Santos na Vila podem animar os corintianos: são mais de 80% de aproveitamento dentro de casa.

<b>LEIA TAMBÉM:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=24435> Timão bate Marília e continua na disputa por vaga no G-4

Sem mais artigos