<br>
O Corinthians arrumou mais uma dor de cabeça nesta quinta-feira. O clube, que está atolado em dívidas, terá de pagar cerca de 2,8 milhões de reais para o técnico Daniel Passarella.

O argentino ganhou processo que movia contra o clube, dirigido por ele em 2005, no início da era MSI. A decisão não cabe recurso e o Timão tem 30 dias para arrumar a grana e pagar Passarella.

Em entrevista à <i>Rádio Jovem Pan</i>, o advogado do treinador argentino, Mario Waismann, contou detalhes. "O Daniel topou fazer acordo no qual cobrava R$ 1,8 milhão. Ele abria mão de R$ 200 mil e ainda topava receber parcelado. O Corinthians não quis acordo e entrou com recurso. Perdeu e agora vai ter que pagar um pouco mais", disse ele.

<b>Mais Timão:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=21794>Vampeta ‘se escala’ no Timão!</a>

Timão tem de pagar quase 3 milhões para Passarella

Sem mais artigos