<br> Tite esta com problemas para deixar os Emirados Árabes e pode até recorrer à FIFA. Nesta quinta-feira(27) foi anunciada a dispensa do técnico da equipe do Ail Ain. Por telefone, o <b>Virgula</b> conversou com o seu irmão, Ademir Bachi, para saber como estava a situação do treinador no país e sobre o interesse do Coritiba em ter o comandante.

Ademir disse que Tite quer voltar ao Brasil, mas não tem pressa, pois tem pendências a receber do clube. “O Tite ficará lá até receber os seus direitos, ele disse que não tem pressa em voltar, se não conseguir, ele recorrerá à FIFA para isso. Eles (árabes) são muito enrolados, fazem de tudo para segurar a pessoa”.

Tais pendências que Tite tem a receber, segundo Ademir, são salários atrasados. Ele declara que o que foi estabelecido no contrato não foi cumprido e a diretoria deve ao técnico. “Meu irmão recebeu 7, dos 12 meses de salário acertados no contrato. Ele me disse que se receber mais dois meses e interar nove, ele volta, se não, não tem nem conversa e ele recorrerá à FIFA”, ressalta.

A respeito do interesse do Coritiba, Bachi admite que foi contatado por dirigentes do clube, mas que nada pode ser concretizado por ele. “Me ligaram de Curitiba semana passada, eu pedi a eles para que ligassem diretamente ao Tite, ou para o empresário dele, o Gilmar Veloz”.

Tite foi técnico de times como Caxias, Grêmio, Palmeiras, Corinthians e Atlético-MG. Ganhou o título Gaúcho em 2000, com o Caxias. Em 2001, no Grêmio, levou outro Gaúcho e a Copa do Brasil, em cima do Corinthians. Em 2004, foi para o Timão e conduziu a equipe ao quinto lugar do Brasileiro, e em 2005, caiu com o Atlético-MG.

<b>LEIA TAMBÉM</b>
<i><a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/galeria/index.php?id=13438>Retrospectiva: Quem se deu bem e quem se de mal no futebol brasileiro<a></i>
<br>
<i><a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/galeria/index.php?id=13402>Polêmicas e tragédias do esporte em 2007<a></i>

Sem mais artigos