Aeris Houlihan apelou à imprensa inglesa para fazer um pedido à Federação Inglesa de Futebol (FA), segundo o jornal Daily Mail: poder jogar bola profissional. Isso porque Aeris é uma transexual e deseja defender a equipe feminina, o que a entidade não permite.

Apesar de ter seu registro como mulher na carteira de identidade, Aeris só deverá ganhar uma oportunidade – e ainda assim, sem nada concreto – quando realizar a cirurgia de troca de sexo, que de acordo com a imprensa local, está marcada para março deste ano.

A inglesa de 32 anos chegou a atuar pelo Middleton Park Ladies FC, em Leeds, Inglaterra, em 2012. Mas segundo atestado médico, seus níveis hormonais são iguais ao de uma mulher biológica.

Mesmo com o laudo, as autoridades só aprovaram que ela participe de torneios masculinos, e não é isso que ela deseja. “É realmente decepcionante, não faz sentido, eu só quero jogar futebol. Não quero jogar no Barcelona, ​​eu só quero atuar no time da minha cidade”, desabafou Aeris à publicação.

Sem mais artigos