A transferência do ala da seleção brasileira de handebol, Raul Nantes, foi motivo de imbróglio entre o Reale Ademar de León, da Espanha, e o Tremblay, da França, que terá que pagar para contratar o jogador, após decisão divulgada nesta terça-feira (10) pela Federação Europeia de Handebol.

O clube espanhol recorreu a uma decisão inicial da entidade, segundo informou à Agência Efe, após a autorização da transferência sem necessidade de indenização.

A Federação Europeia entendeu agora que Raul segue vinculado ao Reale Ademar, apesar dos atrasos de salário na temporada passada, que serviram de justificativa para o pedido de rescisão por parte do jogador brasileiro.

Em conversas iniciais, os clubes chegaram a um pré-acordo para que o time francês pagasse cerca de 35 mil euros (R$ 105 mil) pelo brasileiro, apesar da multa rescisória de Raul ter sido estipulada em 125 mil euros (R$ 377 mil).

Transferência de atleta brasileiro é motivo de impasse no handebol europeu

Sem mais artigos