O jornal inglês The Independent veiculou no último sábado (05) uma reportagem exclusiva afirmando que o francês Michel Platini, presidente da UEFA, tinha planos de incluir seleções como Brasil, Argentina, México e Japão como convidados da Eurocopa de 2020. Porém, esta informação foi desmetida nesta segunda (07) por um porta-voz da entidade máxima do futebol europeu.

De acordo com a publicação inglesa, a UEFA queria repetir o que a Conmebol já havia feito em 1999, com a participação do Japão na Copa América, ou que faz regularmente ao incluir Estados Unidos e México, ambos países da América do Norte, na competição.

Além de negar a possibilidade da participação de outras seleções de fora do continente, a UEFA deve mudar seu atual regulamento, pedido por uma petição do seu Comitê Executivo, que só poderá ser aceito através de um congresso.

Sem mais artigos