<br> Acostumado a cutucar os rivais nas vésperas dos jogos, o volante Vampeta não deixou de provocar o rival Palmeiras, adversário do Corinthians neste domingo (23).

"É sempre bom enfrentar os inimigos. É enfrentando eles que você se torna grande. O ‘lambari’ (Santos) já foi, o ‘bacalhau’ (Vasco) ficou engasgado, agora por que não degustar também um ‘porco’ (Palmeiras)?", diz o folclórico volante à <i>Rádio Jovem Pan</i>.

Depois de mexer com o time, Vampeta direcionou seu veneno ao goleiro Marcos, que volta o banco do Verdão no clássico.

“É uma pessoa que faz falta no futebol, mas fica no banco dessa vez para não pegar nada, não”, brinca o volante.

Aos 36 anos, o velho Vamp ainda afirmou que nunca viveu uma fase tão confortável no Timão, já que o time não luta pelo título e não há tanta responsabilidade.

“Nunca me vi em uma situação tão tranqüila, de ter que jogar apenas para manter o Corinthians na primeira divisão. Como nossa obrigação não é mais de ser campeão, fica mais confortável", finaliza.

<b>Confira também:
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=21135>Morte da mãe de Edmundo afeta elenco alviverde!</a>

Sem mais artigos