<br>Os técnicos foram contra nossa proposta, por temerem os abusos. Mas como o Vírgula não admitia a hipótese de deixar o feriadão passar em branco sem nenhum esportista em destaque, sugerimos blocos, escolas de samba e opções de fantasia para atletas nacionais e estrangeiros, e também alguns treinadores. Pra começar, a ala dos mascarados.

Nesse bloco, atletas que, se a gente bem os conhece, mesmo sem saberem dançar, ensaiam uns passos e sair da avenida se sentindo os maiores sambistas da história. Pela ordem alfabética: Nelsinho Piquet, Renato Gaúcho, Robinho, Roger, do Grêmio, e Ronaldinho Gaúcho.

Abrindo o desfile, a comissão de frente vestida com uma melancia no pescoço e com os mais extravagantes atletas do país. Enquanto o ginasta Diego Hypolito vira estrela, Richarlyson, do São Paulo, Beckham, Viola e Leandro, ex-atacante são-paulino, fazem de tudo pra aparecer.

Logo atrás da comissão de frente, a velha guarda de Túlio Maravilha, Finazzi, Edmundo e, o mais lento de todos, Romário. O Baixinho anda tão devagar que chega a ser ultrapassado pelo Rei Momo, o Ronaldo Fenômeno, do Milan. Até a porta-bandeira se aproxima, a bandeirinha Ana Paula de Oliveira.

E dá-lhe samba, haja animação na ala dos baianos, apesar de ela, com raras exceções, andar meio apagada no futebol: Edílson, Vampeta, Dida e Felipe. Só perde em animação para a ala das crianças, de Alexandre Pato, Felipe Massa, Dentinho e Lulinha.

O chileno Valdivia, do Palmeiras, nem liga que o samba venha da bateria da Gaviões da Fiel e se requebra todo no que jura que é samba. Ele, Herrera, Reasco e Acosta são os destaques da ala “Tem Gringo no Samba”.

Alguns não se misturam e preferem desfilar sozinhos. Como escola de samba não admite passista com roupa do dia-a-dia, lá vêm eles devidamente fantasiados. Parreira vestido como o personagem Kiko, do Chaves, e Michael Schumacher, de Dick Vigarista.

Uma figura, pintada de verde como o Incrível Hulk, atravessou a avenida e ninguém soube identificar. Os palpites se dividiram entre o atacante Adriano, o ex-boxeador Maguila e a nadadora Rebecca Gusmão.

Três horas depois do início, quando só restavam na platéia Muricy Ramalho e Vanderlei Luxemburgo, os dois de cara feia, chega o último integrante da escola: Rubens Barrichello, de Tartaruga Ninja.

Sem mais artigos