A venda da Roma a uma empresa americana está quase concluída, pois as partes chegaram a um acordo, e falta apenas a assinatura final, que será feita nos próximos 20 dias, informa nesta quarta-feira a imprensa italiana.

Um acordo obtido após dois dias de negociações, depois de o empresário Thomas Di Benedetto chegar na segunda-feira à capital italiana para se reunir com a direção do clube, ocupada pela família Sensi, e com o banco Unicredit, acionista do time.

Em comunicado, após uma longa jornada de encontros entre as partes, a Roma anunciou que foram definidos os pontos fundamentais da operação de compra da participação de controle da sociedade.

Atualmente, 67% das ações do clube são controladas pela sociedade Newco Roma, formada pela família Sensi e pelo banco Unicredit.

O grupo pretende adquirir a Roma mediante uma sociedade em 60% participada por Di Benedetto e em 40% pelo próprio Unicredit, que, por sua vez, poderá ceder sua parcela a outros investidores italianos.

Sem mais artigos