Uma das surpresas da lista do técnico Luiz Felipe Scolari para a Copa das Confederações, o zagueiro Dante vive uma fase meteórica e vitoriosa em sua carreira. Há nove temporadas no futebol europeu, o jogador, que em 2009 trocou o Borussia Mönchengladbach pelo Bayern de Munique, faturou três títulos só nesta temporada (Campeonato Alemão, Copa da Alemanha e Liga dos Campeões), e já almeja o quarto.

“Conquistar todos os títulos esse ano pelo Bayern foi algo histórico e muito gratificante para mim. Foi o resultado de um grande trabalho coletivo e disciplinado por todos no clube. Agora vou em busca de mais uma conquista em 2013”, disse o zagueiro.

Revelado pelo Juventude, Dante deixou o Brasil com apenas 20 anos para reforçar o Lille, da França. Após passagem pelo futebol belga e alguns insucessos, o zagueiro comemora o momento vivido atualmente e planeja mais conquistas no futuro.

“Foi uma ascensão muito rápida e programada, pois tinha o objetivo de jogar em um time top europeu e depois servir a Seleção. Sempre trabalhei muito para isso e deu tudo certo. Mas agora tenho de trabalhar dobrado para confirmar esse crescimento”, afirmou o zagueiro de 29 anos.

Autor do primeiro gol da vitória brasileira sobre a Itália, por 4 a 2, em Salvador, no último sábado, Dante revelou o interesse da seleção alemã em naturalizá-lo, mas ratificou que o seu sonho de garoto sempre foi vestir a camisa do Brasil e pode realiza-lo em sua terra natal, no último sábado (22).

“O assédio foi grande, mas graças a Deus recebi a chance de representar o nosso país e realizar meu grande sonho. Agora vou fazer o meu máximo para ter uma vida longa aqui na Seleção”, completou Dante.

Reserva imediato de David Luiz na seleção de Felipão, Dante ficará como opção do treinador no jogo desta quarta-feira (26), contra o Uruguai, no Mineirão, pelas semifinais da Copa das Confederações.

Sem mais artigos