Vera Fischer completa 63 anos nesta quinta-feira (27). E que 63 anos, não é mesmo? Haja carreira para tanta história, afinal, não é qualquer musa da TV que foi Miss Brasil, participou dos desdobramentos do Cinema Novo, fez Pornochanchada, estampou duas capas da Playboy, protagonizou uma meia dúzias de escândalos bafônicos, estrelou novelas, teve personagens equivocadas e foi para a rehab. Além disso, fez um filme que ficou como seu aposto especificador que a gente adora: Doida Demais (1989), de Sérgio Rezende. Perdeu alguma coisa? Bem, vamos mais devagar então. Ah, e aproveitando a deixa, saca só, na galeria acima, outras famosas com mais de 60 anos e que estão muito bem, obrigado ;)

Agora, vamos lá: Vera Fischer em 13 fatos

01 – Ela foi Miss Brasil em 1969, aos 17 anos.

Vera Fischer Miss Brasil

Vera Fischer Miss Brasil

02 – Verinha estampou duas capas da Playboy, em 1982 e 2000. Nesse último, a atriz tinha 48 anos.

03 – Ela protagonizou, em 1973, a pornochanchada A Super Fêmea, de Anibal Massaini Neto.

04 – O que não a impediu de participar, ao lado de Sônia Braga, de um clássico do cinema nacional, Eu Te Amo (1981), de Arnaldo Jabor, um dos diretores do Cinema Novo, e de dizer esta ~ bela fala ~ do cinema brasileiro: “Paulo, meu querido, eu tô com o coração na mão”.

05 – Ou, ainda, de dar vida a Rainha Dara, mãe da personagem de Xuxa, em Xuxa e os Duendes 2 – No Caminho das Fadas (2002), dirigido por Paulo Sérgio de Almeida e Rogério Gomes. Força Verinha, não tá fácil pra ninguém mesmo :p

06 – Por falar em Xuxa, adivinha em que filme as duas saíram no tapa? Nada menos do que Amor Estranho Amor (1982), de Walter Hugo Khouri. Sim, é o proibidão da Rainha dos Baixinhos. Me filma, me edita, me censura…

07 – Nas novelas da TV Globo, ela foi Jocasta em Mandala (1987), inspirada no clássico de Sófocles, Édipo Rei. Assim, como na tragédia grega, Jocasta se apaixonava por seu filho, Édipo, que, no folhetim global, foi interpretado por Felipe Camargo. E não é que os dois começaram a namorar, fora da telinha? Óia só, como a vida imita a arte…

08 – Também na TV Globo, Verinha interpretou Irina, em Salve Jorge, que seria apenas mais um papel na extensa carreira da atriz, não fosse o fato de que ela sempre estava passada, digo, s-e-n-t-a-d-a, em todas as cenas…

09 – Legal, mas e “os namorad0”? Quer dizer, e as polêmicas? Bem, Verinha não deixou a desejar nesse quesito mesmo. O casamento dela com Felipe Camargo, por exemplo, foi recheado de brigas de fazer inveja a cena acima de Amor Estranho com Xuxa. O ator chegou a ir parar no hospital depois de um corte feito por um pedaço de vidro.

Vera Fischer trincada

10 – A babá do filho de Vera Fischer com Felipe Camargo, também não saiu ilesa. Vera foi acusada de agredi-la com golpes de tesoura.

11 – Na época da agressão à babá, em 1995, ela foi internada em uma clínica de reabilitação para tentar se livrar das drogas. Essa, no entanto, não foi a única. Vera passou outras vezes, sendo a última em 2011, por vontade própria.

12 – No Carnaval deste ano, no entanto, Verinha não parecia sinônimo de sobriedade em uma entrevista dada à TV.

13 – Mas a vida continua, não é mesmo? E Vera Fischer, a quem possa se interessar, está bem, obrigada. No momento, a atriz está escrevendo uma peça chamada Como Ser Feliz Depois dos 60 Anos. E ainda teve boatos de que ela estava na pior, se isso é tá na pior, POHAN, quê que quer dizer tá bem, né? :p

Doida demais “há penas”!

Doida Demais Vera Fischer

Sem mais artigos