Em entrevista ao Jornal da Tarde, desta terça-feira (06), a apresentadora Adriane Galisteu falou sobre seu armário. A loira, que está afastada do trabalho desde o nascimento do primogênito, Vittorio, que já completou um ano, está prestes a voltar para a televisão no Programa Fashion, na Band. Na matéria, a artista conta quais peças ela mais gosta em seu closet. “Tenho uma loucura por botas. A calça fusô é maravilhosa para viajar. Você coloca uma blusa, um salto, e está linda”, revelou.

Porém, o verdadeiro xodó de Adriane são mesmo os biquínis. “Como coleciono, tenho mais de 1,7 mil. Eu uso numa estação, fecho, lacro e vai para uma mala na casa da minha mãe”, disse. “Eu tenho desde o meu primeiro, quando eu tinha 11 anos. Tem asa-delta, enroladinho, fio-dental, amarradinho”, completou.

Questionada se tem algum lado cafona, a bela respondeu: “Hoje em dia, tudo está na moda, todas as texturas, todos os comprimentos. É uma questão de estilo mesmo. Estar na moda é uma questão de moda e bolso. O que pode ser brega para mim, pode ser chiquérrimo para você. Tenho minhas cafonices e não abro mão. Tenho um sapato com salto trator. Não saio usando, mas está no armário. Tenho síndrome de árvore de Natal, sabe? (referindo-se a pessoas que usam muitos acessórios)”, explicou.

Adriane Galisteu revela ter mais de 1,7 mil biquínis

Sem mais artigos