Amber Heard e Johnny Depp estão brigando na justiça

Reprodução Amber Heard e Johnny Depp estão brigando na justiça

O processo de divórcio entre Amber Heard e Johnny Depp, que parecia resolvido, parece ter se complicado mais uma vez. A atriz e modelo acusa o ex-marido de atrasar propositalmente a documentação que confirma a separação legal dos dois.

“Ele parece estar estendendo o processo com intenção de me punir”, disse ela em documento enviado à corte que cuida do caso. “Eu quero a minha vida de volta. Quero esse divórcio agora”, pediu ela, que trata o caso como tortura psicológica por parte do astro, que já foi acusado de tê-la agredido no ano passado.

Além disso, segundo a mídia internacional, Johnny Depp não estaria cumprindo alguns acordos previamente selados, como o pagamento dos advogados de Heard e alguns outros valores que não foram depositados em dia.

Os advogados de Depp chegaram a acusar Amber de querer dar continuidade ao assunto apenas para estender seus “15 minutos de fama”, ao que os representantes da modelo responderam: “caso eles estiverem interessados no acordo e não em dar continuidade ao processo, ele já teria se esforçado em pagar tudo o que deve e assinado os documentos que faltam para o divórcio chegar ao fim”. Os dois foram casados por 14 meses.

Famosos acusados de agressão

O ator de 38 anos, conhecido como o Magneto da franquia de filmes X-Men, já foi levado à polícia por uma ex-namorada — a atriz Leasi Andrews — que afirma ter sido espancada por ele. Segundo o site TMZ, que expôs a denúncia em 2010, a mulher diz que ele a empurrou sobre uma cadeira, quebrou o nariz dela e a arrastou em volta do carro dele, fazendo com que torcesse um tornozelo e deslocasse o joelho
O ator afirmou em uma entrevista à Playboy, em 1965, admitiu já ter batido em mulheres, fato que para ele não tinha tanta importância. “Não acho que haja nada particularmente errado em bater em uma mulher, embora eu recomende não o fazer da mesma forma que se faria com um homem. Um tapa aberto é justificável se todas as alternativas falharam e houve alertas suficientes”, afirmou
Em 1987, o ator foi preso por bater na sua então mulher, a diva pop Madonna, com um taco de baseball
O ator já foi acusado de agressão por duas companheiras, a última delas em 2014. Na época, a ex-namorada do ator, Brisa Ramos, afirmouter sido agredida três vezes por ele, que descreveu como “machista” e “ciumento”. Em 2006, a ex-mulher dele, Ingrid Saldanha, mostrou o rosto machucado pelo espancamento que sofreu
O renomado fotógrafo foi acusado por pelo menos quatro modelos de forçar situações sexuais durante sessões de fotos. Uma delas, Jamie Peck, disse que ele a fez dançar nua e pediu que ela fotografasse e mexesse no corpo dele
O ator já foi acusado de agressão por duas mulheres. Em 2008, ele foi gravado pela câmera de segurança de uma boate empurrando Luana Piovani, que levou o caso à polícia e foi a maior polêmica. Em 2010, Viviane Sarahyba, que tem um filho com o ator, o acusou de agressão
O rapper agrediu a ex-namorada, a diva Rihanna , e responde por isso judicialmente até hoje. Desde o ocorrido, a carreira de Brown teve uma severa queda de relevância. O cantor alegou ter problemas para controlar a raiva
Netinho agrediu a ex-mulher Sandra Mendes. Na época, o cantor teria exigido que ela assinasse sem ler um documento no qual desistia dos seus direitos conjugais e ela não concordou

Amber Heard acusa Johnny Depp de atrasar divórcio de propósito: "quer me punir"

Sem mais artigos