Pippa Midletton entrou para as manchetes de jornais de uma maneira bem pouco nobre. Depois do passeio com o visconde Arthur Soultrait, em Paris, e um amigo  apontar uma arma – que depois se soube ser de brinquedo – para os paparazzi quando estava ao lado da irmã de Kate Middleton, o assunto virou febre nos tabloides. Soultrait percebeu a gafe e pediu desculpas através de um comunicado. As informações são do site E! desta quarta-feira (18).

Ele fez questão de se desculpar pelo ocorrido durante a temporada parisiense de Pippa. “No sábado passado, eu estava em um carro com Philippa Middleton e estávamos sendo perseguidos por paparazzi. Como uma piada, meu amigo apontou uma pistola de brinquedo na direção deles”.

“Lamento enormemente por este incidente e, especialmente, que Pippa tem sido objeto de atenção posterior não por culpa dela própria. Eu tenho que pedir desculpas a ela por isso”, afirmou o visconde.

Além de fazer um mea culpa pela “brincadeira”, o aristocrata francês falou também que Pippa não tinha nenhuma relação com o ato que foi feito por ele. “Obviamente Philippa não tinha ideia do que o nosso amigo que dirigia o veículo ia fazer isso e disse para ele parar imediatamente”, disse Soultrait. “Ela não achou graça nenhuma”.

Fontes dizem que a brincadeira não agradou a Família Real britânica e quase tornou o episódio em incidente internacional.

Amigo de Pippa Middleton pede desculpas por incidente com paparazzi

Sem mais artigos