A apresentadora Angélica desabafou em entrevista à revista Ela, do jornal O Globo, no último domingo. Ela relembrou do acidente de avião que sofreu com a família em 2015, na cidade de Rochedo, no Mato Groso do Sul e os traumas que ficaram e que a levaram a ter uma crise de pânico durante um passeio em Nova York, nos Estados Unidos.

“Quando aconteceu, não tive nada. Depois de um ano, quando estava andando na rua, em Nova York, travei. Liguei para o meu médico, ele receitou um remédio. Para entrar no avião, tive que tomar”, disse.

O acidente aconteceu em maio de 2015, quando um avião particular que levava o casal Angélica e Luciano Huck, acompanhado dos três filhos e duas babás, Marcileia Eunice Garcia e Francisca Clarice Canelo Mesquita, precisou fazer um pouso forçado.

Prestes a estrear um novo programa na Rede Globo, a apresentadora falou mais sobre o momento marcante: “Foi horrível. Não conseguia andar, não conseguia falar.”

Sem mais artigos