Prestes a estrear o novo programa “Simples Assim”, na Globo, Angélica deu uma extensa entrevista ao GShow relembrando os principais momentos de sua vida e carreira. Um ponto bastante repercutido foi quando tocou no assunto “virgindade”. A apresentadora relembrou que, aos 13 anos, foi perguntada ao vivo se ainda era virgem: “hoje, vejo que era muito violento para uma adolescente”.

“Uma vez, eu tinha 13 anos e alguém perguntou ao vivo numa entrevista se eu era virgem. Isso, na época, mesmo sem ter internet, viralizou de uma forma que virei ‘a virgem da televisão’. E aí toda vez que tinha um namorado, vinha a pergunta ‘você ainda é virgem?’ ou ‘você vai casar virgem?’, com a pessoa do meu lado! Era bem constrangedor”, desabafou Angélica.

Ela relatou que as experiências foram bastante incômodas. “No início, sempre respondia, mas depois parei, só dizia ‘não quero falar disso’, isso com 15, 16 anos. Então falavam ‘ah, ela não é mais’. Hoje é até divertido lembrar, mas na época era muito chato. Com o tempo foi passando, até que um dia, quando já tinha uns 19 anos, alguém me perguntou e falei: ‘não’. Virou mais cinco anos de comentários de que eu não era mais virgem”, relembra.

“Isso fazia parte do show, daquele imaginário que as pessoas tinham da Angélica. Hoje, vejo que era muito violento para uma adolescente, cheia de vergonha, ter que responder sobre sua intimidade com o namorado ao lado”.

Angélica afirmou que nunca deixou os comentários regerem suas escolhas.

“Não é porque falavam ‘ela é virgem’ ou saía numa capa, que eu tinha que estar virgem. Nunca levei esse personagem que as pessoas criavam para casa. Sempre separei isso, não deixava de sair com alguém porque a imprensa falava que esse alguém não servia para mim. Tive essa inteligência emocional que não sei de onde veio, mas que me ajudou muito para que vivesse da forma saudável que acho que vivi”, completou.

Sem mais artigos