O ano de 2014 já pode acabar muito bem para Penélope Cruz. A musa espanhola recebeu da revista Esquire, essa semana, o título de mulher mais sexy do mundo.

A carreira de Cruz começou lá em 1985, quando ela participou de um clipe pra um grupo espanhol chamado Mecano, mas convenhamos que não é isso que importa, né?  

Musa de Pablo Almodóvar, um dos maiores cineastas do mundo, a morena foi levada ao cinema por ele no filme Carne Trêmula, de 1997, ao lado de Javier Bardem – seu atual marido. Bardem, na verdade, já havia atuado antes com ela, em “Jamón, Jamón” (1992).

Foi apenas em meados de 2001, porém, que Penélope chegou no cinema “mainstream”, roubando todas as atenções para ela, no (filmão!) Vanilla Sky, do diretor Cameron Crowe, e em “Profissão de Risco”, atuando ao lado de Johnny Depp.

Avancemos para 2008. Lembram-se do Javier Bardem, o bonitão que havia trabalhado com ela em outros filmes? Nesse ano, Almodóvar reuniu ambos mais uma vez, adicionando a inigualável Scarlett Johansson para filmar “Vicky Cristina Barcelona”, um dos filmes mais quentes da última década. Resultado? Os dois espanhóis se apaixonaram (pela primeira ou décima vez, nunca saberemos) e, em 2010, casaram! Scarlett, por sua vez, faturou esse mesmo prêmio da Esquire no ano passado.

Vale lembrar que Penelope tem 40 anos e é a segunda mulher a vencer que já quebrou a barreira dos quatro-ponto-zero (a primeira foi Halle Berry, que venceu em 2008 e, na época, tinha 42 anos), mostrando que as mulheres de 40 também estão com tudo em cima (muito mais do que muitas de 30 ou 20)… No caso dela, MUITO em cima.  

Sem mais artigos