A atriz Alyssa Milano, a eterna Phoebe Halliwell de “Charmed”, enfim descobriu que teve coronavírus após diversos testes terem dado negativo, mesmo com a artista apresentando sintomas característicos da doença.

No Instagram, a atriz publicou um relato de sua experiência para alertar os seguidores: “estejam cientes que nosso sistema de testes é falho e não sabemos dos números reais. Também quero que saibam que esta doença não é uma brincadeira”.

A intérprete de Coralee em “Insatiable” começou a sentir os sintomas do coronavírus em Março. Na última quarta-feira (5), ela compartilhou na rede social uma foto tirada em Abril, quando ainda estava debilitada.

 

Ver essa foto no Instagram

 

This was me on April 2nd after being sick for 2 weeks. I had never been this kind of sick. Everything hurt. Loss of smell. It felt like an elephant was sitting on my chest. I couldn’t breathe. I couldn’t keep food in me. I lost 9 pounds in 2 weeks. I was confused. Low grade fever. And the headaches were horrible. I basically had every Covid symptom. At the very end of march I took two covid19 tests and both were negative. I also took a covid antibody test (the finger prick test) after I was feeling a bit better. NEGATIVE. After living the last 4 months with lingering symptoms like, vertigo, stomach abnormalities, irregular periods, heart palpitations, shortness of breath, zero short term memory, and general malaise, I went and got an antibody test from a blood draw (not the finger prick) from a lab. I am POSITIVE for covid antibodies. I had Covid19. I just want you to be aware that our testing system is flawed and we don’t know the real numbers. I also want you to know, this illness is not a hoax. I thought I was dying. It felt like I was dying. I will be donating my plasma with hopes that I might save a life. Please take care of yourselves. Please wash your hands and wear a mask and social distance. I don’t want anyone to feel the way I felt. Be well. I love you all (well, maybe not the trolls. Just the kind people.)❤️

Uma publicação compartilhada por Alyssa Milano (@milano_alyssa) em

“Essa era eu no dia 2 de Abril, depois de ficar doente por duas semanas. Nunca tinha me sentido tão mal. Tudo doía. Perdi o olfato. Parecia que um elefante estava sentado no meu peito. Não conseguia respirar. Não conseguia manter alimentos dentro de mim. Perdi 4 quilos em duas semanas. Estava confusa. Febre baixa. E essas dores de cabeça terríveis. Eu tinha todos os sintomas da Covid-19”, contou.

Só que Alyssa realizou dois testes no final de Março e ambos deram negativo. Ela também fez o teste de anticorpos para checar se havia entrado em contato com o vírus, mas o resultado também foi negativo.

“Após viver os últimos quatro meses com sintomas persistentes, como vertigem, anormalidades estomacais, menstruação irregular, palpitações no coração, falta de ar, zero memória de curto prazo e um mal-estar generalizado, realizei um teste de anticorpos por meio de coleta de sangue (não o de furo no dedo) em um laboratório. Eu testei positivo para anticorpos de Covid-19. Eu tive Covid-19”, desabafou a atriz após tantos meses de incerteza.

Alyssa relatou que “achou que ia morrer”. Para ajudar outros pacientes, ela irá doar o plasma, como fez o ator Bryan Cranston, que revelou recentemente já ter contraído coronavírus.

“Por favor, cuidem-se. Por favor, lavem as mãos, usem máscara e pratiquem o distanciamento social. Não quero ninguém se sentindo como eu me senti. Fiquem bem. Amo todos vocês”, finalizou.

Sem mais artigos