Dizem que famoso adora causar. Até pode ser, mas a igreja também não fica atrás, né?

A personagem de Camila Pitanga em Paraíso Tropical tá realmente dando o que falar.

Segundo o jornal O Globo, a atriz foi vetada para ser a garota-propaganda do Roça in Rio, a festa junina da Arquidiocese.

O mal argumento usado pela igreja é que Camila, por interpretar uma prostituta na novela global, está fora dos padrões de uma digna representante do evento organizado pela igreja. Dá pra acreditar?

Gente, Camila apenas interpreta uma prostituta. Ela não é de fato uma!


Leia também:

Camila Pitanga não pilota fogão. Entenda!

Sem mais artigos