A cantora Ciara já é mãe de um casal e está à espera do terceiro filho, um menino. No entanto, diante da violência policial nos Estados Unidos que tirou a vida de homens como Ahmaud Arbery, Eric Garner e mais recentemente George Floyd, a artista se mostrou temerosa pelo filho mais velho, Future Zahir Wilburn.

Ciara foi ao Instagram no último domingo (31) para publicar uma comovente mensagem a Future.

“Meu doce menino. Rezo para que uma mudança finalmente chegue quando você crescer! Vou manter minha fé”, desejou a mãe. “Estou rezando para que a perda de nossos Reis e Rainhas negros não seja em vão. Já é o suficiente! Estou rezando por união! Estou rezando para que os poderes se unam e decidam que é hora de uma mudança”, completou a artista.

George Floyd morreu no dia 25 de Maio ao ser detido pela polícia de Minneapolis, cidade localizada no estado de Minnesota, nos Estados Unidos. Em um vídeo chocante de sua morte, o policial Derek Chauvin aparece com o joelho pressionando o pescoço de Floyd durante a detenção, mesmo ele estando de bruços no chão e já algemado. O homem de 46 anos dizia repetidamente: “não consigo respirar”. Ele foi levado desacordado por uma ambulância e dado como morto uma hora depois. Chauvin foi preso e será julgado por homicídio culposo. A morte gerou diversas manifestações pelos EUA.

Nos comentários da publicação de Ciara, diversas mães compartilharam das preocupações da cantora: “todos os dias, especialmente na última semana, tenho agradecido o universo por proteger meus homens negros”, “sim, [rezo] por meus dois filhos também. A mudança chegará”, “amém, porque eu rezo para o meu bebê todos os dias, tenho tanto medo quando ele crescer”, “ser mãe de um menino negro nos Estados Unidos é uma das coisas mais assustadoras! Orações são o que nos mantêm”, comentaram algumas seguidoras.

Sem mais artigos