(crédito: Reprodução)

(crédito: Reprodução)

A Playboy norte-americana estreou em março a sua versão mais artística e sem nudez explícita. Nesta quinta-feira (24), a revista mostrou a capa da edição de abril com a modelo Camille Rowe.

Como prometido, a publicação tem afastado a nudez e apostado em ensaios fotográficos menos explícitos. Os internautas do Facebook têm criticado a Playboy, chegando a comparar a revista com outras publicações.

“Parece que ela viu a revista e está se perguntando onde está a Playboy de verdade em vez desta cópia da Maxim”, escreveu um internauta.

Outro seguidor sugeriu mudanças. “Creio que estas alterações não estão produzindo os resultados esperados. Melhor repensar nos investimentos do futuro”, postou.

“Quando a Playboy vai anunciar seu retorno às raízes? Sem nudez, sem quadrinhos. Não é mais a Playboy”, disse outro.

Enquanto isso, no Brasil, depois de mudar de editora, a publicação por aqui também apostará em ensaios menos explícitos. A primeira capa será com a atriz Luana Piovani.

Sem mais artigos